Tornar-se um microempreendedor individual (MEI), é algo muito interessante para quem está começando a empreender ou que já empreende. Com o MEI você consegue alguns benefícios como a isenção do Imposto de Renda. No entanto, alguns erros acabam com a vida do microempreendedor individual!Erros que acabam com o microempreendedor individualMuitas pessoas acessam o Portal do Empreendedor e fazem seu cadastro, deixando de lado alguns detalhes essenciais. Não é porque as tributações são mais baixas, que significa que exija menos empenho. Foi pensando em te ajudar, que trouxemos 5 dos erros mais cometidos que acabam com a vida de um microempreendedor individual. Confira!

1 — Não ter controle de suas finanças

Esse erro desencadeia todos os outros! Afinal, não saber os números mais simples do orçamento da sua empresa faz com que você acabe investimento na hora errada, no lugar errado e assim ter prejuízos.O descontrole pode causar um arrombo em suas finanças, prejudicando toda a empresa e o seu lucro pessoal. Você precisa conhecer detalhadamente o tamanho do seu faturamento, os seus custos e os lucros para que tome decisões corretas.Se você tem dificuldades em administrar as finanças, talvez seja interessante procurar alguma ajuda. Mas evite sempre fazer investimentos sem analisar sua empresa de um modo geral. Isso evita que você se perca dentro de orçamento e acabe afundando sua MEI.

2 — Não separar as finanças da empresa com as finanças pessoais

Esse é um erro que ocorre tanto com MEI, trabalhadores informais e até com grandes empresários. Por mais que você tenha uma pequena empresa, você jamais pode misturar as finanças pessoais com as empresariais. As finanças nunca podem se tornar uma coisa só.Erros que acabam com o microempreendedor individualÉ necessário utilizar o dinheiro do seu negócio exclusivamente para controle financeiro da empresa. Uma ótima maneira de fazer essa separação é destinando pró-labore ou um salário para você. E o restante para pagar os custos do seu negócio, como os materiais usados. Você também pode usar uma fatia para investir na empresa ou até para guardar e usar depois.Se você não fizer essa separação, poderá gastar mais que o necessário com uso pessoal e acabar desfalcando o seu negócio. Portanto atente-se a forma como lida com o dinheiro.

3 — Não estar atento às mudanças legais

O microempreendedor individual foi criado com o intuito de facilitar a vida dos empreendedores. Mas isso não significa que está isento de obrigações legais. E até mesmo a MEI pode sofrer mudanças fiscais realizadas pelo governo.Atente-se as mudanças fiscais, as regras e outros detalhes legais que envolvam o seu negócio. Apesar de não ser obrigado, você pode contratar um contador para que ele lhe auxilie, principalmente se você tem dificuldades nesse sentido. Ele ajudará a manter o seu fisco em ordem.Para abrir MEI, deve ter um limite de renda bruta anual de R$ 81 mil reais. No entanto, alguns microempreendedores individuais acabam ultrapassando esse valor. Se isso acontecer, será necessário pagar recolher um DAS complementar. Além disso, sua empresa deixa de ser MEI e passa a ser uma Microempresa, alteando inclusive, os impostos.

4 — Não fazer o registro de marca

Por ser MEI ou ainda um autônomo informal, os empreendedores acabam não registrando sua marca. Esse erro também é muito comum e muitas vezes podem trazer grandes dores de cabeça.Erros que acabam com o microempreendedor individualRegistrar uma marca é ter a garantia de que ninguém, fora você, a utilize sem autorização. O registro deve ser realizado desde o surgimento da sua empresa. Assim você garante a segurança do seu negócio desde o início. Abrindo as portas para expandir seus horizontes.

5 — Não investir em marketing digital

O mundo se tornou digital e assim como milhares de pessoas que estão conectadas no dia a dia, a sua empresa também deve estar presente na internet. Ter uma estratégia online permite que você consiga segmentar o seu público, criando conteúdos exclusivos para seus clientes.Quem não investe em marketing digital acaba perdendo espaço para a concorrência. Portanto, comece a pensar em formas de colocar o seu negócio na web. Pode usar as redes sociais ou criar um site. Se possível, procure ajuda profissional, pois isso ajudará (e muito!) a posicionar sua empresa e aumentar seus rendimentos.Se você evitar os erros mais comuns na vida de um microempreendedor individual, conseguirá ter bons resultados. Portanto, entenda a sua empresa, entenda todas as finanças e permita que ela cresça da maneira correta e com lucros excelentes. 
CONSULTAR MARCA GRATUITAMENTE

Nome:
Qual sua marca?
Atividade:
Email:
Telefone com DDD:
Tempo:

DEIXE UMA RESPOSTA

Deixe seu coentário
Insira seu nome aqui